Desejo ser contactado

A importância da desinfecção das Lentes de Contato e do cumprimento

A importância da desinfecção das Lentes de Contato e do cumprimento da sua manutenção

Há aproximadamente 125 milhões de utilizadores das lentes de contato em todo o mundo, o que se relaciona com uma considerável população de pacientes em risco de desenvolverem potenciais infecções oculares devido a cuidados inadequados com as suas lentes de contato. O cumprimento dos pacientes aos regimes de cuidados das lentes flutua geralmente entre inconsciente e fraco, existindo oportunidades para ao não cumprimento comas lentes de contato, a solução para as lentes de contato e o estojo para as lentes. Mais uma vez, os profissionais dos cuidados oculares terão de liderar a educação dos seus pacientes relativamente aos benefícios do cumprimento e das consequências do não cumprimento.

Esta educação inicial deve ser reforçada em cada interacção, quer seja durante a consulta quer seja numa comunicação por e-mail. A desinfecção das lentes de contato pode ter um impacto significativo nos olhos e na sua susceptibilidade à inflamação e infecção, e dois factores importantes na capacidade de desinfecção são:

1)      A capacidade da solução para cuidado das lentes para desinfectar;
2)      O cumprimento do paciente aos regimes prescritos para limpeza das lentes de contato.

As soluções para os cuidados das lentes de contato têm diversos graus de capacidade de desinfecção com base nas suas formulações totais e os desinfectantes utilizados, e os profissionais dos cuidados oculares devem ter uma acção pro-activa na prescrição da solução para o cuidado das lentes de contato que, na sua opinião, proporciona a melhor desinfecção possível tendo em conta o estilo de vida do paciente e o tipo das lentes de contato utilizadas. As soluções para o cuidado das lentes são eficazes na desinfecção das lentes, particularmente no respeitante a P. aeruginosa, S. arcescens, S. aureus, F. solani e C. albicans. Mas o mundo está a mudar e microorganismos mais recentes e mais potentes, como o Acanthamoeba e o MRSA, estão a crescer em termos de prevalência.

Tem havido colaboração entre a indústria, os profissionais dos cuidados oculares e os corpos reguladores na revisão dos protocolos de teste para os tornar mais abrangentes. Estas revisões abrangem testes adicionais que incluem novas estripes de bactérias e isolados clínicos colhidos das lentes de pacientes e de estojos das lentes de contato.

Até serem implementadas estas mudanças, os profissionais dos cuidados oculares têm de estar alertas e manter a desinfecção na agenda do dia, sem nunca perderem de vista a saúde ocular dos seus pacientes.

Os profissionais dos cuidados oculares não devem assumir que o cumprimento não se pode modificar e, devem discutir o cumprimento com os seus pacientes e recomendar a melhor solução e regime do sistema de cuidados para eles.

banner1banner2

Contactos

Email: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Website: www.moodoptic.com

Redes Sociais